CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

julho 27, 2005


A noite foi tão ou mais deliciosa.
Coisa de última hora, fui ver a Zélia Dunca na Aula Magna.
Não havia casa cheia, mas nunca tinha visto tanta lésbica no mesmo sítio, pelo menos em Portugal. Mesmo assim, apesar da quantidade não havia ninguém que pudesse dizer… ora ali está uma mulher atraente. Bom, isto excluindo a senhora que me vendeu o bilhete, mas como ela é comprometida isso coloca-a no nível das intocáveis.

Há uma amiga minha que tem a ilusão de que eu não estou mais do que uma semana sem namorada, ou pelo menos sem curtir, ou dar uma queca, ou coisas desse género. Loucura completa! Sim, nunca estive muito tempo sozinha … mas … e sem receios, vejo que vou estar muito tempo sozinha. Não porque não esteja pronta ou porque ainda sofra, mas porque vejo que me tornei mais exigente, mais selecta.

A seu tempo.
Tudo a seu tempo.

1 comentários:

Cátia disse...

Devias ter ido ao concerto da Maria Bethânia para veres mais lésbicas juntas :D
Bem, à partida, se tens uma lésbica no palco (a tua bem mais atraente que a minha sexagenária), é mais fácil que elas tendam a aparecer mais :D LOLL!
Mulheres interessantes são as de olhos castanhos escuros penetrantes :D (e fiz uma bela rima, mesmo à escola priméria...)